31 de agosto de 2015

Resenha - A Rainha Vermelha

Cuidado, pode ter alguns Spoilers!!! Mas leia mesmo assim!
Livro: "A Rainha Vermelha"
Autor: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765695
Ano: 2015
Páginas: 424
Skoob: Livro
Estrelas: Não existem estrelas o suficiente para classificá-lo.

Sinopse: "O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração".


***

“A eletricidade, os prateados e os berros se misturam na minha cabeça enquanto assisto a verdes, lépidas, forçadoras, telecs e aparentemente uma centena de outros tipos de prateadas exibirem-se sob o escudo. Coisas que nunca sonhei serem possíveis acontecem diante dos meus olhos: garotas que transformam a própria pele em pedra ou soltam gritos capazes de esfacelar muralhas de vidro. Os prateados são maiores e mais fortes do que temia; têm poderes que nem sabia que existiam. Como podem ser de verdade?”.

Esta semana eu trago para vocês um dos livros mais incríveis e maravilhosos que eu já li. Para a loucura de muitos, essa semana o livro será “A Rainha Vermelha” da aclamada e idolatrada Victoria Aveyard. Para quem não conhece a autora, ela divide um pouco do seu tempo entre sua cidade natal, East Longmeadow, e as cidades de Massachusetts e Los Angeles. Após graduar-se em Screenwriting da Universidade do Sul da Califórnia , Victoria decidiu testar seus dotes literários e escrever um romance. “A Rainha Vermelha” saiu depois de um longo ano sem emprego – logo após acabar a faculdade. Hoje, nossa nova amada está revisando o segundo livro da série, junto com outros muitos projetos literários e também projetos para o cinema. Entre suas maiores vontades está: Montar um cavalo nas montanhas de Montana e navegar de Londres a Edimburgo sem GPS... Mas vamos ao que interessa?

“Esta é a verdadeira distinção entre prateados e vermelhos: a cor do sangue. Esta única diferença os torna mais fortes, mais inteligentes e melhores que nós".

Esta é uma daquelas resenhas que realmente não vão condizer nem com 30% da história. Mas eu acredito que vale a pena tentar, pois a história é maravilhosamente rica.
O mundo agora é divido por sangue. Depois de muitas guerras e batalhas o mundo que conhecemos morreu para dar lugar a um mundo onde o seu sangue define quem você é.
Se o seu sangue for vermelho, você não passa de um escravo, fadado a trabalhar para o rei, viver em uma vila pobre qualquer, onde tudo é enlamaçado, escasso e triste. Homens e mulheres Vermelhos são obrigados a servir o exército assim que completam 18 anos e a maioria não volta... E se volta, já não é como antes. O pai de Mare Barrow voltou da guerra sem um pulmão e em uma cadeira de rodas. Graças ao mercado negro hoje ele respira com um pulmão metálico, um aparato que faz com que sua vida seja um pouco mais longa.
Agora, se seu sangue for Azul, parabéns. Sua vida será cheia de regalias, riqueza e poderes. Os Azuis, chamados de Prateados, são os nobres, a nobreza da sociedade. Além de terem à sua disposição uma vida tranquila e sem grandes problemas, também são tratados como deuses. Anjos caídos com poderes, é assim que são conhecidos. Cada um dos conhecidos como Prateados pertencem a uma Casa diferente. Cada Casa possui um poder diferente e único. Controlar o verde – as árvores, flores, plantas -, metais, água, fogo, terra, controlar mentes,  luz, o tempo, eles também possuem o dom da força, de curar a si ou aos outros... São verdadeiros heróis com superpoderes. Mas heróis salvam vidas. Os Prateados não. Eles sacrificam os Vermelhos para manter sua vida nobre do jeito que é.
Há séculos uma guerra, que parece nunca acabar, assola a população. Uma guerra sem sentido, por poder e território. Vermelhos e mais Vermelhos são levados aos campos de batalha para “servir ao seu Rei” e acabam morrendo... E ainda assim nada acontece. Ninguém ganha e ninguém perde.
Mare sabe que vai servir. Ela tem consciência disso. Não é boa na escola e não é aprendiz de ninguém, como sua irmã mais nova, Gisa, é. Mare, aparentemente, não tem nenhum dom como sua irmã, que faz lindos bordados para os Prateados usarem, então só lhe resta servir ao Rei, como seus outros três irmãos mais velhos fazem. Graças a deus nenhum dele morreu, ainda. No topo de sua casa uma bandeira mostra que dali, de sua casa, três filhos foram para a guerra – simbolizado por três estrelas – e ainda permanecem nela – já que não há nenhuma faixa preta por entre as estrelas, o que indica a morte.
Mare só sabe fazer uma coisa: Roubar. Ela rouba moedas, relógios, cartões de energia, joias e tudo mais que suas mãos leves podem pegar. Ela e seu melhor amigo, Kilorn, são assim, mãos leves. Kilorn é sortudo em certo ponto. Por não ter nenhuma família, foi criado por um pescador e por isso aprende essa tarefa, e não precisará servir, mas tudo rui quando seu instrutor morre, repentinamente, e ele se dá conta de que o aprendizado ainda não havia sido concluído e seu futuro não teria como ser outro a não ser um soldado do Rei.
Mare faz de tudo para ajudar seu amigo, mas não há muitas escapatórias. Fugir disso acarretaria em morte para ambos, por deserção. Pensando melhor nas coisas e na sua vontade de ajudar seu amigo, Mare se lembra de uma coisa: o contrabando. Eles seriam contrabandeados. Sua ausência não seria nada para sua família, Gisa, tem um oficio, vai abrir sua loja em breve e irá empregar todos, e tudo melhorará. Mas Kilorn não tem ninguém, ele precisa dela.
Ela se encontra com Will, um senhor que sempre compra seus produtos roubados, e pede a ajuda dele para isso, para ser contrabandeada pelo mercado negro em segurança. Will até nega no início, mas acaba cedendo e apresenta uma garota chamada Farley, ela seria a responsável por contrabandear os dois. Só que tudo tem um preço, e o preço desse contrabando seria duas mil pratas. É muito mais do que ela jamais terá. É muito dinheiro. Farley ainda por cima, para ajudar, dá um prazo de dois dias para Mare conseguir o dinheiro.
Mare decide então pedir ajuda à sua irmã, que trabalha em Summerton, a “Vila de Verão” dos Prateados, para arrumar o dinheiro necessário. Mare agora roubará dos ricos. Mas nada dá certo. Além de a garota ficar com medo de todo aquele mundo que não conhecia, um mundo glamuroso, todo limpo e cheio de riqueza, onde os Prateados, mais frios do que gelo, vivem confortavelmente, Mare também pega um péssimo dia para se ser uma Vermelha. Após um atentado à um território Prateado, que deixou muitos de sangue Azul feridos e que foi confirmado ter sido feito por uma organização revolucionária de Vermelhos, a coisa fica feia. Todos os Vermelhos de Summerton provam do ódio e do poder dos Prateados, enfurecidos pelo incidente. Eles querem respostas e em sua cabeça os Vermelhos ali presentes tinham algo a ver com o ocorrido noticiado na TV. Na correria e depois de quase ser afogada por uma Ninfa raivosa, Gisa e Mare correm para fora da Vila de Prateados, mas, no desespero e na vontade de ajudar Kilorn, Gisa tenta roubar um Prateado... Nada dá certo, ela é pega e paga por seu ato. Sua mão é quebrada dolorosamente como lição... Agora nem mesmo Gisa terá um futuro. Suas mãos nunca mais poderão bordar novamente.
Tudo está perdido, nada mais vale a pena. Mare não tem o dinheiro para salvar Kilorn, Gisa agora não pode tricotar e o mundo a sua volta parece cada vez mais cruel e degradante. Os Prateados vivem no luxo e eles na lama. A garota então decide fazer o que sabe, ou seja, sair e roubar alguns bêbados pelo caminho. Ela vai até um bar local e espera na surdina, até um rapaz jovem, de roupas limpas sai la de dentro, meio bêbado. Essa é a chance... Mare já se prepara para pegar suas moedas sem que ele veja, mas o rapaz é mais rápido e segura sua mão. Mal sabe Maré que, seu futuro mudará completamente. Sua vida nunca mais será a mesma. Nem sua vida, nem seu nome, nem seu futuro.  A Menininha Elétrica vem por ai...

"Todo mundo pode trair todo mundo."

Comprei esse livro sem a intenção de realmente me entregar à leitura. Mas certa noite, enquanto decidia qual seria a leitura da semana, decidi pegar e ler a primeira página. Resultado? Eram duas da manhã e eu ainda estava lendo o dito cujo livro. Me apaixonei.
É uma mistura muito louca e bem feita de “A Seleção”, “Divergente” e qualquer outra série que envolva poderes especiais e nobreza. Victoria nos enlaça em uma narração deliciosa. Nos deixa com ódio, com o peito acelerado, com medo, literalmente apaixonados por uma garota que, por um descuido se torna o temor de toda uma realeza.
Sem querer, durante certo acontecimento do livro, Mare descobre que ela não é apenas uma Vermelha. Ela é mais. Ela é Prateada também. Graças a vontade se se mostrar de Evangeline – aquela vaca leiteira dos infernos -, Mare descobre que é mais forte que todos ali. O que mais me ganhou nessa história foi isso. Mare não era apenas mais uma Prateado, que deve ter sido criada por Vermelhos. Não! Ela era Vermelha e Prateada, seu poder era único, ela não apenas manipulava as coisas como os outros, ela era sua própria fonte de poder.
As ninfas, por exemplo, precisavam de água para manipular, elas não faziam aparecer água, Mare não, Mare fazia nascer eletricidade de seu âmago!
A trama é delirante. O ponto certo entre drama, fantasia e ação. Chegou uma parte do livro em que eu não conseguia parar, eu engolia tão rápido as palavras para poder formar logo uma cena em minha mente que até esquecia de respirar. Esse livro é delirante, ele vicia demais minha gente.
É uma sucessão louca, muito louca de acontecimentos. Eu não vou falar nada a respeito da Elara, do Maven, do Cal, nem mesmo da Guarda Escarlate... Mas acreditem, no final, você vão querer morrer. Sem falar que o nome do livro é muito propício. Eu iniciei a leitura esperando que a Mare se tornasse Rainha, vocês vão entender quando lerem, porém, algo muito melhor acontece. Ela, só para situar, acaba entrando em uma grande farsa, organizada pelo Rei e pela maldita da Rainha. Todos acabaram vendo a “Vermelha com poderes” e eles precisavam fazer com que isso não virasse um escândalo. Daí eles inventam todo um “Era uma vez” e colocam Mare, a menininha elétrica, para se casar com Maven, o príncipe, filho de Elara, enquanto Cal, o outro príncipe, seria o Rei em breve - mas não é filho de Elara, e sim da antiga Rainha que se “matou”.
Só com esse gostinho vocês já conseguem sentir a minha necessidade de uma continuação, que só vai rolar em Janeiro. Por favor, leiam e me digam o que acharam. Uma trama digna de um filme incrível e de uma sequência maravilhosa. Gente, eu estou apaixonado! Nem sei mais o que dizer, por isso vou parar por aqui!
31/50

27 de agosto de 2015

Gaga só na base do Sangue

       E não se fala de outra coisa que não seja Lady Gaga e a sua sede por sangue! Pois é, essa semana foram liberadas mais e mais fotos de Gaga, que é capa da revista Entertainment Weekly deste mês, já em seu personagem na tão esperada quinta temporada de American Horror Story.
      Em “Hotel”, Gaga atuará como Elizabeth e as divulgações estão a mil. A série, que estréia dia 7 de outubro, já conta com fotos, teasers e agora uma entrevista maravilhosa feita pela Enterteniment. Dêem uma olhada em algumas delas!

Clique para aumentar!

26 de agosto de 2015

Novo livro de Lauren Oliver ganha capa!

Nossa querida editora  Verus divulgou em suas redes sociais a capa de “Desaparecidas”, novo livro da autora já conhecida, e amada, por todos, Lauren Oliver. E, “Desaparecidas”, um livro tenso e cativante, Lauren Oliver cria um mundo de intrigas, perdas e suspeitas, enquanto duas irmãs buscam encontrar uma à outra — e a si mesmas.
O livro será publicado em setembro e vale lembrar que todos já conhecem a autora dos livros “Antes que eu vá” e também pela trilogia “Delírio” – ambas publicadas pela editora Intrínseca.

Sinopse: "As irmãs Dara e Nick eram inseparáveis, mas isso foi antes — antes de Dara beijar Parker, antes de Nick perdê-lo como melhor amigo, antes do acidente que deixou cicatrizes no belo rosto de Dara. Agora as duas, que eram tão próximas, não estão mais se falando. Em um instante Nick perdeu tudo, e está determinada a usar o verão para conseguir sua vida de volta. Só que Dara tem outros planos. Quando ela desaparece, no dia de seu aniversário, Nick acha que a irmã está se divertindo por aí. Mas outra garota também sumiu — Madeline Snow, de nove anos — e, conforme Nick procura pela irmã, fica cada vez mais convencida de que os dois desaparecimentos podem estar conectados."

25 de agosto de 2015

"O casamento da Princesa"

Dá para acreditar que já fazem 15 anos que acompanhamos duas grandes sagas da Mega Cabot gente? Pois é, fazem 15 anos que acompanhamos sedentos as aventuras de Mia e da Mediadora. Para comemorar isso, a pouco tempo foi anunciado que seriam lançados novos volumes de ambas as séries – “O Diário da Princesa” e “A Mediadora” – e cumprindo com a palavra o pessoal da Galera Record finalmente divulgou em suas redes a capa de um dos lançamentos. “O Casamento da Princesa” deve ser lançado entre setembro e outubro e acompanha a vida de Mia Thermopolis, agora com 26 anos, enquanto ela planeja o casamento com a sua paixão do ensino médio, Michael Moscovitz.
Em entrevista, a escritora disse que “Tem certeza que esse é um casamento real que ninguém esquecerá”. Outro livro deve ser publicado envolvendo a série, mas esse em questão será um spin-off sobre uma filha desconhecida do rei. Vale lembrar que a autora virá ao Brasil entre os dias 22 à 29 de outubro para prestigiar os lançamentos de seu novo livro! Vejam a capa e a sinopse que linda!

Sinopse: "A série mais amada pelas adolescentes dos anos 2000 está de volta em um romance para os jovens adultos. No novo volume de O diário da princesa, da autora Meg Cabot, cinco anos se passaram desde que Mia se formou na faculdade — e sua vida anda bem agitada. Ela coordena um centro comunitário em Nova York, continua perdidamente apaixonada por Michael e está sempre cheia de compromissos reais na agenda. E por falar em compromisso… A imprensa não perde uma oportunidade de maldizer a vida do casal. Por que não se casaram até hoje? Existe outro pretendente? Como a família real permite que ela passe as noites fora de casa? Os paparazzi vivem atrás da princesa, mas ela tem outras prioridades. Até passar um fim de semana romântico com seu amor nas Bahamas. Será que chegou mesmo a hora do “felizes para sempre”?".

24 de agosto de 2015

Resenha - Livro das Sombras

Cuidado, pode ter alguns Spoilers!!! Mas leia mesmo assim!
Livro: "Livro das Sombras"
Autor: Cate Tiernan
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501096296
Ano: 2015
Páginas: 208
Skoob: Livro
Estrelas: 4

Sinopse: "Morgana Rowlands nunca se imaginou como algo além de uma garota sem graça de 16 anos, ainda mais se comparada à melhor amiga, a linda Bree. Porém, isso está prestes a mudar. Quando Cal, um veterano transferido de outra escola, entra na vida da garota, ela se vê imersa em um novo universo: o rapaz se revela um bruxo à procura de pessoas para montar um coven. A ligação entre eles é imediata e impossível de ser desfeita – só há um problema. Bree está perdidamente apaixonada por Cal. Será Morgana capaz de controlar seus sentimentos em prol da amizade ou a conexão entre eles é mais forte do que ela própria?".


***

"Existem Sete Casas de Bruxaria. Elas se mantém fechadas através  de casamentos dentro dos próprios clãs. Seus filhos são quase aberrações, com olhos capazes de enxergar à noite e poderes inumanos".

Essa semana eu trouxe para vocês a resenha de um dos livros que ganhei de aniversário – Mariii, obrigado sua linda! Para quem não conhece, Cate Tiernan nasceu no dia 24 de julho de 1961. A autora ficou bastante famosa no mundo todo por sua trilogia “Amada imortal”. Cate é bastante conhecida no exterior e já fez até mesmo uma parceria com o escritor James Patterson. Neste livro em especial, Cate conta a história de estudantes do ensino médio que descobrem o Wicca. A história já foi vendida para países como Reino Unido, Bélgica, Países Baixos e Austrália.
Nascida em New Orleans , Louisiana, Cate estudou escrita, língua e literatura russa na Universidade de Nova York e, em seguida, transferiu-se para a Universidade Loyola, em Nova Orleans, onde se graduou com uma licenciatura em russo. Ela começou sua carreira como assistente do chefe do departamento Juvenil de Áudio e Vídeo na Random House, em Nova York, onde escreveu seus primeiros livros infantis e também participou da edição de The Secret Circle, com LJ Smith. Não há dúvidas que Livro das Sombras é famoso mundo a fora e agora, vai ganhar uma resenha básica aqui, no blog.

"As noites de lua cheia ou de lua nova são especialmente poderosas para praticar a magicka".

Morgana é uma garota normal de ensino médio. Não tem muitos amigos, nem muito peito, mas é bastante inteligente e sabe que tem sempre ao seu lado Bree, sua melhor amiga. Enquanto Bree era o tipo de garota que fazia os garotos se jogarem em seu caminho, como um tapete vivo, Morgana era mais do tipo que passava despercebida.
Certo dia, na hora da entrada, as duas e mais alguns amigos avistam carne nova na escola. Cal havia se transferido para a Escola de Widow’s Vale e prometia roubar o coração de todas. Ele era lindo, enigmático e novo. Ou seja, todas cairiam para cima dele. Mas, por incrível que pareça, Cal acabou se enturmando com todos, sem distinção. Ele parecia não pertencer a nenhum grupo e sim a todos. Ele falava com todos, dos cdf’s aos maconheiros que viviam chapados. Ninguém entendia ao certo o porquê disso, até que ele convidou algumas pessoas para uma festa inusitada.
A cidade era pequena, não havia muita opção de passeio por ali. Cal, depois de sair com várias pessoas – nada demais, apenas para conhecer o local – decidiu dar uma festa diferente, nos limites da cidade. Uma festa ao ar livre, com fogueira, comidas, bebidas e um pouco de magia.
Morgana se sentia muito atraída por ele, mas sabia que em momento algum ele olharia para ela. Ela tinha sorte de poder fazer parte daquele grupo. Quando Cal explicou o que queria, ou seja, celebrar uma data importante para a sua “religião”, muita gente desacreditou, riu e até mesmo agiu com preconceito ao que ele propunha. Poucos foram os que ficaram. Ao todo, de vários colegas que foram chamados, apenas 10 ficaram. Entre eles Morgana e Bree.
A proposta de Cal era simples. Eles se uniriam dentro de um círculo, em volta da fogueira, para agradecer ao Deus e à Deusa pela colheita. Nada demais... Não é? Eles fizeram o círculo, repetiram alguns cânticos e por fim, acabaram banindo algo do qual não queriam mais. Todos disseram algo, desde medo até a própria madrasta, e quando chegou a vez de Morgana ela disse Limitações... Todos levantam as mãos juntos e então acontece.. A magicka toma conta de seu corpo... Ela desmaia e acorda uma nova garota.

"Ser um bruxo não é questão de escolha. Ou você é ou não é. Está no sangue".

Confesso que o começo meio que me deixou com um pé atrás. Achei tão simples e chocho, mas tudo melhora. Depois do primeiro círculo Morgana fica mais sensível. Sempre que participa de um ela desmaia, pois parece canalizar mais energia do que devia. Ela é uma canalizadora e tanto de energia. Bree, em certo momento a leva até uma livraria Wicca em outra cidade e ai Morgana se interessa ainda mais por todo aquele mundo. Ela se sente diferente, estranha e poderosa ao mesmo tempo.
Ela então descobre o verdadeiro motivo do interesse de Bree pela Wicca: Cal. Ela quer isso apenas para se aproximar de Cal e ter algo e comum com ele. Para Morgana isso é muito difícil, pois ela sente o mesmo por ele, mas põe sua amiga em primeiro lugar e esquece esse sentimento. O importante para ela é a Wicca, é aprender mais e entender o que está acontecendo com ela. É como se o mundo desabrochasse por entre seus olhos.
Primeiro que não é nem um pouco comum um aluno de ensino médio criar um grupo que pratica Wicca, ou um Coven, como eles mesmo dizem. Algo que, talvez,  me deixou meio confuso foi essa aceitação rápida e concisa de todos. Eles falam disso que se falassem do dever de casa. Mas ainda assim não prejudicou em nada a história.
A escrita é ritmada, sem enrolação, com muito conteúdo e informação. Cate realmente sabe o que faz. Sabe o ponto certo entre informação e narração, entre ação e cenário. Tudo acontece rapidamente e você nem vê. O enredo acaba ficando mais interessante conforme tudo passa, e no fim, quando acontece o auge do interessante, ele acaba. Eu achei a história riquíssima, amo quando os autores nos mostram um mundo que já existe, mas que poucos conheciam. Introduzir conhecimento em meio a uma história de ficção não é fácil e não é para qualquer um, e a autora conseguiu isso.
Quando a Morgana faz seu primeiro feitiço sozinha, e o resultado aparece, eu basicamente já peguei o fio todo da meada. E o mais legal: Não vão achando que a amizade dura para sempre não. Fiquei besta com o quando a Bree consegue ser, desculpem, uma vadia vazia. No final do livro eu meio que engoli cerca de 50 páginas em menos de vinte minutos. Você não tem noção. Eu realmente espero que esse seja uma daquelas series que tem vários volumes e que sejam lançados bem rápido.
Nos vemos envoltos em meio a preconceitos, história, Covens antigos e muita magicka. É uma história realmente interessante. A mescla de personagens e personalidades também me interessou muito. Preciso dizer que faltou um pouco de aprofundamento nos personagens, sabe, ficou muito superficial, meio impossível criar um vínculo com eles, mas ainda assim eu amei.
Realmente vale a pena parar um pouco e ler! A leitura vai ser rápida e você realmente vai amar!
30/50

21 de agosto de 2015

“Minha vida mora ao lado” ganha capa nacional

A editora Valentina divulgou em suas redes a capa maravilhosa da versão nacional do livro “My Life Next Door”. “Minha vida moraao lado” é o romance de estreia de Huntley Fitzpatrick e infelizmente ainda não tem uma previsão de lançamento. Vale lembrar também que “What I Thought Was True”, outro titulo da autora, também será lançado por aqui pela Valentina. Vejam a capa e a sinopse do livro!

Sinopse: "A afetuosa família Garret é tudo que a família Reed não é: casa cheia, festa, bagunça, coração de mãe. O problema é que eles são… vizinhos. E, todos os dias, da sacada de casa, Samantha Reed, 17 anos, sonha em fazer parte da outra família. Até que, numa noite quente de verão, Jase Garrett escala o muro e muda tudo. A paixão é avassaladora e recíproca, e a família de Jase adota Samantha como se ela sempre tivesse sido uma Garret. Entretanto, como que instantaneamente, uma bomba estoura na vida da garota que agora precisa tomar a decisão da sua vida. Em qual das famílias perfeitas reside a sua salvação?".

20 de agosto de 2015

Lana de volta ás paradas meus queridos!

Já vai se preparando que vem mais sofrência e depressão por ai... E nós amamos isso. Uma semana após o lançamento de “Honeymoon” , o primeiro single de seu novo álbum, Lana Del Rey já nos surpreendeu de novo soltando a capa e o nome do segundo single (ao lado). A cantora anunciou por meio do Shazam, que seu segundo single, “Terrence Loves You”, será lançado amanhã.
“Honeymoon” é o 4º disco de estúdio da Lana e será lançado no dia 18 de setembro, pela Interscope Records, e contará com as músicas: “Honeymoon”, “Music To Watch Boys To”, “Terrence Loves You”, “God Knows I Tried”, “High By The Beach”, “Freak”, “Art Deco”, “Burnt Norton (Interlude)”, “Religion”, “Salvatore”, “The Blackest Day”, “24”, “Swan Song” e “Don’t Let Me Be Misunderstood”. Vejam a capa!

To chorando de tão perfeito!

Fanfic de "Crepúsculo" será lançada no Brasil

Nossa querida parceira, a editora Arqueiro, divulgou em suas redes essa semana que comprou os direitos de publicação da trilogia “Pound of Flesh”, escrito por Sophie Jackson, e que já tem uma previsão de lançamento: Setembro! – como todo fucking livro! Bendita Bienal!
A trilogia originalmente foi publicada como uma fanfic no site fanfiction.net, e foi lida 4 milhões de vezes e ganhou milhares de resenhas. “Desejo Proibido”, seu título nacional, conta uma história que se passa no Brooklyn e é descrita como um conto de lealdade, amor e redenção frente a situações impossíveis de lidar e gira em torno de uma tutora carcerária, Kat, e seu tutelado, Carter. Vejam a capa e a sinopse do livro!

Sinopse: "Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas."

Minha Caixa de Correio #55

Olha eu aqui de novo minha gente! Pois é, essa semana tem muito, mas muito livro bom mesmo. Só desta leva de hoje já li 3, e em breve tem resenha aparecendo por aqui. Infelizmente ainda não chegaram todos os livros que deveriam ter chegado, ainda faltam 4 - e eu acho que nem vão chegar, o que é uma bela falta de sacanagem -, mas mesmo assim eu decidi mostrar o que chegou de novo na minha coab literária. Destaque especial para uma das distopias mais maravilhosas que eu já li. "A Rainha Vermelha", sem dúvidas é o melhor livros de todos os tempos. Sabe o que é ficar sem ar enquanto lê? Pois bem, é isso. 
Vamos ver o que tem pra hoje?

Clique para ampliar

1 - "Para onde foi o amor?" - Fabrício Carpinejar (Bertrand Brasil) - *Comprei por R$ 15 na Saraiva Online, e vou ler ainda essa semana!
2 - "Por onde andam as pessoas interessantes?" - Daniel Bovolento (Planeta) - *Comprei na pré venda e já li, amei, chorei, me identifiquei. Resenha em breve!
3 - "A Rainha Vermelha" - Victoria Aveyard (Seguinte) - *Comprei, paguei caro, engoli o livro em 3 dias, me apaixonei e estou em depressão por saber que só vai ter continuação no ano que vem!


4 - "Livro das Sombras" - Cate Tiernan (Galera Record) - *Ganhei de presente da Mari, já li também, a his´toria é muito, muito boa e tem resenha em breve. 
5 - "The Originals - Ascensão" - Julie Plec (Galera Record) - *Comprei.
6 - "A Vingança de Mara Dyer" - Michelle Hodkin (Galera Record) - *Ganhei de presente da Clenia. Achei que ia demorar para sair, mas lançou rapidinho, a capa é linda e eu amei o presente.

7 - !Sempre Irresistível" - Christina Lauren (Universo dos Livros) - *Comprei, achei meio caro, mas é isso ai!
8 - "Feitiço da Sombra" - Nora Roberts (Arqueiro) - *Parceria com a editora, veio com colar e tudo! Em breve resenha para vocês!
9 - "Pulsação" - Gail McHugh (Arqueiro) - *Parceira com a editora.



10 - CD "Settle" - Disclosure - *Comprei depois de ter um ataque ao ver que o "Caracal" já está chegando e eu não havia comprado nem o primeiro. 


Bom, por hoje é só isso. Ainda estou na esperança de que meus 4 livros perdido cheguem. Será que essa novela acaba até a próxima Caixa de Correio? Veremos os próximos capítulos.

19 de agosto de 2015

Nova série de Riordan ganha capa e sinopse!

Nós já estamos no aguardo da nova série do Rick Riordan faz um tempinho já. Já tem um tempo que ele anunciou que sua nova serie se chamaria “Magnus Chase e os Deuses de Asgard”, focando desta vez na mitologia nórdica. A editora Intrínseca já aproveitou que o livro será publicado em outubro – tanto aqui quanto lá na gringa – e já divulgou a capa e o título do primeiro livro. “A espada do verão”. Vale lembrar também que, o novo personagem se destacou bastante por conta de seu sobrenome, que é parecido com o da personagem Annabeth - saga Percy Jackson -  e segundo o autor isso não é uma mera coincidência!!! Vejam a capa e a sinopse do livro.

Sinopse: "A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, usando de muito jogo de cintura para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph – um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico. As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve empreender uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos.  Quando um ataque de gigantes do fogo o força a escolher entre a própria segurança e a vida de centenas de inocentes, Magnus toma uma decisão fatal.  Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida... Com personagens já conhecidos do público, como Annabeth Chase, prima de Magnus, e deuses como Thor e Loki, Rick nos apresenta mais uma aventura surpreendente, repleta de ação e humor."