30 de junho de 2015

"Half Wild" ganha capa e previsão de lançamento!

A editora Intrínseca divulgou essa semana em suas redes sociais a capa do livro “Half Wild”, segundo volume da série “Meia Vida”, escrita por Sally Green. Para vocês que não conhecem, o primeiro livro da série fez um sucesso estrondoso no mundo todo. Teve seus direito de publicação vendidos para mais de 50 países em mais de 45 idiomas, o que também rendeu á serie dois registros no Guiness World Records. Além disso, a série também será adaptada para o cinema pela Fox 2000, e os filmes serão produzidos por Karen Rosenfelt (Crepúsculo e O Diabo Veste Prada”.
Ao que tudo indica “HalfWild” deve ser lançado no dia seis de julho. Fiquem ai com a capa e a sinopse do livro!

Sinopse: "Na Inglaterra, onde duas facções rivais de bruxos dividem espaço com os humanos, Nathan é considerado uma abominação. Além de ser um mestiço — filho de uma bruxa da Luz com um bruxo das Sombras —, seu pai, Marcus, é o bruxo mais cruel e poderoso que já existiu. Nesse mundo dividido entre mocinhos e vilões, não ter um lado é pecado. E Nathan não pode confiar em ninguém. Em Half Wild, após descobrir seu dom mágico, mesmo sem ainda conseguir controlá-lo, Nathan se une aos rebeldes da Luz e das Sombras de toda a Europa para derrubar Soul, líder tirânico do Conselho, e os caçadores, cujo domínio se espalhou para além da Inglaterra. O Conselho de bruxos da Luz continua em sua cola e não vai parar até ele ser capturado e obrigado a matar o próprio pai, cumprindo a profecia. Nathan vai precisar encontrar um modo de conviver com seu lado selvagem, descobrir quem são seus verdadeiros aliados e — principalmente — quem é seu verdadeiro amor. •Half Bad, primeiro livro da série, causou comoção internacional e teve os direitos de edição vendidos para 50 países e mais de 45 idiomas, o que lhe rendeu dois registros no Guiness World Records. •A série será adaptada para o cinema pela Fox 2000, e os filmes serão produzidos por Karen Rosenfelt, a mesma de Crepúsculo e O Diabo Veste Prada."

29 de junho de 2015

Resenha - A Senhora dos Mortos

Cuidado, pode ter alguns Spoilers!!! Mas leia mesmo assim!
Livro: "A Senhora dos Mortos"
Autor: Rodrigo de Oliveira
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788562409325
Ano: 2015
Páginas: 278
Skoob: Livro
Estrelas: 5

Sinopse: "E subiu da terra outra besta... e falava como dragão. Apocalipse 13:11
Um ser humano dotado de um dom extraordinário, ao ser contaminado por zumbis, se transforma no maior flagelo da humanidade. Sua memória, dos últimos momentos humanos, está mais viva do que nunca. E, agora, tudo o que ela quer é vingança e destruição.
Aqui se desenrola a jornada de uma líder do mundo zumbi, formando o seu exército a partir da cidade de Canela, e atacando os focos de resistência em Porto Alegre rumo à São José dos Campos. E, a cada lugar por onde passa, cresce o número de seguidores. ... Assim começa uma vertiginosa corrida contra o tempo para impedir que sua força se torne indestrutível, decretando o fim dos humanos na Terra.
Aqui os sobreviventes do apocalipse zumbi tentarão coordenar uma ação conjunta para tentar descobrir algum ponto fraco e destruir A Senhora dos Mortos antes que seja tarde demais.
Se lutar contra bandidos bem armados em A Batalha dos Mortos foi tenso, aqui você vai descobrir o que é enfrentar um ser dotado de poderes para destruir o que restou de uma terra já arrasada. A cada novo volume, mais surpresas nesta série!".


***

“- Porque ela é a única pessoa da face da terra que pode me enfrentar, caso um dia seja contaminada. Isabel pode se tornar tão poderosa quanto eu. E isso eu não vou permitir!”.

Confesso, demorou um pouco? Demorou! Mas saiu! Essa semana tem autor nacional aqui para vocês! Nosso autor dessa semana é o paulista Rodrigo de oliveira, responsável por umas das séries de zumbi mais fenomenais que eu conheço. Rodrigo hoje mora aqui na minha cidade, São José dos Campos, é casado, tem dois filhos e além de escrever, também trabalha como gestor de TI. A Saga “As crônicas dos Mortos” nasceu, pasmem, de um pesadelo. Depois de acordar desse pesadelo, um tanto quando real, o Rodrigo caiu de cara e escreveu tudo, originando assim o primeiro volume da série, “O Vale dos Mortos”. Hoje, venho trazer para vocês a minha opinião a respeito do 3º volume. E eu já posso adiantar uma coisa: Preparem-se para o sobrenatural!

Depois de mais de dois meses de cerco ao presídio de Taubaté, e de muitas perdas, Ivan nem mesmo conseguiu descansar direito. Graças a sua última decisão, a de não ir buscar Jezebel em Canelas, o seu futuro a partir dali se torna nublado.
Após ser transformada – mordida -, Jezebel se torna a personificação de uma zumbi. Aumenta poderes sobrenaturais, capazes agora de transformar capitais em escombros. Agora, uma zumbi muito mais evoluída graças aos seus dons - que já vinham de antes da transformação-, apenas um sentimento toma conta dela: Ódio. E com isso também vem junto a sua sede de vingança. Para Jezebel, a culpa de sua transformação é de Ivan, que se recusou em ir salvá-la, e para ela, Ivan deve morrer, lenta e dolorosamente.
Se achando o novo Deus na terra, Jezebel é capaz de controlar os zumbis a sua volta, organizá-los e até mesmo fazê-los falar. Sua sede de vingança logo se torna algo maior, mais perigoso. Ela não quer só vingança, ela agora quer mais poder, e apenas uma coisa pode impedi-la. Sua irmã, Isabel.
Com uma horda de quase 700 mil zumbis, Jezebel decide marchar e acabar com tudo em seu caminho. Pontes, prédios, cidades, acampamentos de sobreviventes... Ela quer mostrar aos humanos que, não adianta fugir, ela era maior que Deus, ela tinha o poder, e seria o rosto dela que eles veriam antes de morrer.
Quem acaba descobrindo os planos de Jezebel é o coronel Fernandes, da Base de São Paulo. Ela faz questão de falar com ele pelo rádio e avisar que a destruição está a caminho. Ela deixa bem claro qual é a sua intenção: Chegar até o acampamento de sobreviventes de São José dos Campos, no Condomínio Collinas, e acabar com o humano chamado Ivan e toda a sua familia. O coronel por sua vez avisa Ivan, que acaba constatando os pesadelos que vem tendo há dias. A maldita está mesmo chegando.
A coisa fica feia mesmo quando as informações se confirmam. Um helicóptero é enviado para checar a situação e além de descrever o verdadeiro caos que estava o caminho por onde ela passava, eles quase são pegos por seus poderes. Carros, ônibus, muros, arvores... Tudo que estava pelo caminho Jezebel jogava em direção ao helicóptero. Seus poderes eram surpreendentes.
Nesse momento a confirmação de que o demônio andava sobre a terra estava ali, para todos verem...

"Porto Alegre seria a primeira capital brasileira a cair. Ela apenas começava sua vingança, a cada avanço seu exército se multiplicava numa proporção incontrolável. A desvantagem dos zumbis, sua falta de organização, fora resolvida com sua liderança. O pequeno equilíbrio, que permitiu a sobrevivência dos humanos, fora derrubado. E daqueles sobreviventes, nenhum foi poupado”.

Novamente, assim como nos outros livros, o autor nos presenteia com uma história de tirar o ar de qualquer pessoa. Na minha opinião, singela e humilde, esse é um dos melhores livros do gênero que eu já li. O autor não se prende a uma só história, ele espalha vertentes, e histórias, e pequenas lembranças por todo o livro, e isso é maravilhoso. É como se fossemos levados a várias realidades do mundo pós-apocalíptico.
Nada daquele melodrama convencional de sobreviventes aos zumbis. Ivan e Estela não têm medo de nada e mandam ver. Isso sem falar na roupagem sobrenatural que o livro ganha. De verdade, sou super #TeamJezebel, ela é simplesmente soberana. Sabe aquele personagem que faz você se arrepiar e te surpreende a cada ação e fala? Então. Essa é a Jezebel. Demônia safada de esperta!
A leitura eu nem preciso comentar que é fluida e rápida, cheia de ação e com uma narração maravilhosa, não é? É como se você estivesse lá, em um mundo totalmente devastado, distópico e caótico.
Ivan consegue criar um lugar para, ele, sua família e os outros sobreviventes viverem, mas como em todo livro, sempre tem alguém não tão satisfeito com a soberania dele. E isso é posto de uma forma muito real. Esse poder, essa decisão, toda essa pompa é posta em jogo. Assim como em Jezebel, o poder sobe à cabeça de Ivan, de uma forma mais simples, mas sobe. Ele se vê cego por controle e acaba acabando com a vida de muita gente, e por muito pouco, com a sua própria.
Em meio a tudo isso, Zonatto, Mariana, Isabel, Gisele, Zac e Canino – sim meus queridos, Canino! – ganham espaço, histórias, momentos. Tudo isso contribuindo para uma leitura maravilhosa, que acaba e você nem vê, já esperando pelo mês de outubro, para poder entender o que Isabel e Jezebel viram de tão ruim no futuro de Ivan e Estela.
Leiam, entendam tudo isso que eu estou falando. Isso é apenas um breve fragmento da história, o principal, vamos dizer assim. Ainda tem muito mais coisa por trás.
Nos vemos na praia então?
22/50

27 de junho de 2015

Faro Editorial lança novo livro de Silvia Day

A editora Faro Editorial divulgou em suas redes sociais que publicará no próximo mês o novo livro da autora Sylvia Day -  conhecidíssima por sua série “Crossfire”, publicada pela Paralela. “Marca da Escuridão” é o primeiro livro da série “Marked” e tem previsão de lançamento para o dia 15 de julho. A Faro já é conhecida por aqui pela publicação da série “As Crônicas dos Mortos”, do escritor Rodrigo de Oliveira, se lembram?
Fiquem ai com a capa e a sinopse do livro!

Sinopse: "Amaldiçoada por Deus, caçada por demônios, desejada por Caim e Abel… Tudo isso em um dia normal de trabalho… Anos atrás, Evangeline teve uma incrível noite de amor com um homem misterioso que ela nunca mais conseguiria esquecer. Mas aquele momento de prazer tornou-se um desastre de proporções bíblicas: ela recebera a Marca de Caim. Empurrada para um mundo em que pecadores são marcados e transformados em assassinos de demônios, ela tem agora Caim como protetor e Abel como seu novo chefe, que também fica loucamente atraído por ela. Eva torna-se então o novo e explosivo ponto de discórdia, no caso mais antigo de rivalidade entre irmãos…"

26 de junho de 2015

"A Vingança de Mara Dyer" *-----*

 
Podem  parar essa Sapucaí que o samba tá pesado demais! Galera Record decidiu acabar com a gente, e liberar a capa de “A vingança de Mara Dyer” – se lê Daier -, terceiro e último volume da trilogia "Mara Dyer”, escrito por Michelle Hodkin. A conclusão da trilogia que arrebatou os leitores pelo mundo chega na primeira quinzena de agosto nas livrarias. Será que Mara conseguirá compreender tudo que acontece com ela? Confira a capa, a sinopse e o 1° capítulo do livro.

Sinopse: "Mara Dyer é capturada e sofre uma série de testes, cobaia de experimentos cegos. Com ajuda de um antigo inimigo, no entanto, consegue fugir e vai atrás das respostas que podem ajudá-la a entender seu poder e tudo o que acontece com ela."


25 de junho de 2015

Minha Caixa de Correio #53


Na verdade, eu ia esperar mais um pouco, pois ainda tenho quatro livros para chegar, mas como está meio enrolado esse processo, resolvi dividir com vocês logo as minhas novas aquisições. Nessa quinquagésima terceira edição do “Minha Caixa de Correio” o destaque fica com a volta de Jenny Han à nossa mesinha de cabeceira! “Para todos os garotos que já amei” sem dúvida alguma é um dos melhores lançamentos do ano. Essa semana já rolou resenha dele aqui no blog e até mesmo novidade sobre o segundo volume.
Mas chega de papo e vamos ao que realmente interessa, ou seja, minhas compras!

Clique para ampliar


1 - "O Príncipe de Westeros" - George R. R. Martin e outros (Saída de Emergência) - *Ganhei em parceria com a Editora. Já até resenhei ele para vocês AQUI!
2 - "Floresta Encantada" - Johanna Basford (Arqueiro) - *Comprei pois de toda essa febre de livros para colorir, para mim, esses são os originais, foi a partir deles que o resto veio atrás, por isso comprei. Sem falar que esse Floresta está maravilhoso!
3 - "Meu Universo Particular" - Frederico Elboni (Benvirá) - *Comprei pois estou numa vibe bem alternativa e nacional, e eu simplesmente amei os livros do autor! Até já resenhei esse livro AQUI também!


4 - "Para todos os garotos que já amei" - Jenny Han (Intrínseca) - *Comprei. O que falar sobre esse livro maravilhoso? Nem sei. Olha a resenha dela AQUI ó!
5 - "Naomi & Ely e a lista do não beijo" - David Levithan e Rachel Cohn (Galera Record) - *Comprei como um dos meus presentes de aniversário, que acontece anualmente - obviamente- no mês que vem. Já estou finalizando e desejando uma pessoa como o Bruce, o Segundo, na minha vida.
6 - "Que tipo de homem escreve uma história de amor?" - Luciana Passanha (Rocco) - *Comprei depois de me apaixonar pela capa quando vi no IG da editora. Semana que vem começo ele!


7 - "A Herdeira" - Kiera Cass (Seguinte) - *Comprei e espero em breve ler. Confesso que não estou muito animado, mas quero ver o que a titia Kiera preparou pra gente!
8 - "The Fame" - Lady Gaga - *Comprei depois de procurar por muito tempo essa edição do CD. Finalmente achei!

Por hoje é só. Acredito que a próxima edição do "Minha Caixa de Correio" deva sair depois do meu aniversário, dia 21 de julho, para você que se perguntou quando ele acontece para poder me presentear com um desses livros que se encontram nessa listagem aqui do lado ;).

24 de junho de 2015

Você (Não) É O Homem da Minha Vida

O que aconteceria se o sonho de encontrar a sua alma gêmea se tornasse realidade? Pois é, essa é a premissa de um dos lançamentos de julho da editora Galera Record. Essa semana a editora liberou a capa de “Você (Não) É O Homem da Minha Vida”, escrito por Alexandra Potter. O livro é uma comédia romântica mágica sobre o que acontece quando o sonho de toda menina de encontrar sua alma gêmea se torna verdade. Veja a capa e a sinopse do livro!

Sinopse: "O sonho da maioria das mulheres é encontrar o homem da sua vida. Lucy só quer se livrar dele. No instante em que Lucy conhece Nate em Veneza, durante o intercâmbio da faculdade, ela tem certeza de que é o amor da sua vida. Com toda a magia do primeiro amor, eles se beijam ao pôr do sol sob a Ponte dos Suspiros, o que, segundo a lenda local, os uniria para sempre. Passados dez anos, porém, eles perderam contato por completo. Até que Lucy se muda para Nova York, e o destino faz com que se reencontrem. E se reencontrem. E se reencontrem. Mas o Nate atual é muito diferente do que ela conheceu aos 19 anos, e Lucy preferia o antigo. Será que ele é mesmo sua alma gêmea? Como ela conseguirá se livrar dele? Afinal “para sempre” pode ser muito tempo... Uma comédia romântica original e mágica sobre o que acontece quando o sonho de toda menina de encontrar sua alma gêmea se torna verdade".

23 de junho de 2015

Série "After" ganha mais dois volumes

  
Eu ainda não tive a oportunidade de ler essa série, mas, pela forma como os livros – que não são pequenos – estão sendo lançados, eu acredito que a autora deva mandar muito bem no que faz. A editora Paralela divulgou ontem a capa de “Depois da esperança” e “Depois da promessa”, quarto e quinto volume da série “After”, de Ann Todd, e ao que tudo indica os livros devam ser lançados em agosto e outubro, respectivamente. Vejam as capas, que lindas. Eu gostaria de ver as versões antigas, que, na minha opinião, eram mais bonitas.

22 de junho de 2015

Resenha - Para todos os garotos que já amei

Cuidado, pode ter alguns Spoilers!!! Mas leia mesmo assim!
Livro: "Para todos os garotos que já amei"
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580577266
Ano: 2015
Páginas: 320
Skoob: Livro
Estrelas: XXX

Sinopse: "Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar".


***

É com muito prazer, e com lágrimas nos olhos, que anuncio que essa semana teremos Jenny Han como destaque na resenha. Eu já estava com muita saudade, e confesso que o último volume de “O verão que mudou minha vida” me decepcionou um pouco... Mas isso não acontecerá essa semana!
Para quem não conhece, a americana Jenny Han é uma escritora de romances “adolescentes” – acho essa classificação ridícula, já que não sou adolescente e amo os livros dela – nascida e criada em Richmond, Virginia. Graduada na Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, com um mestrado mestrado em escrita criativa na New School, Han, que atualmente vive em Brooklyn , Nova Iorque, ficou conhecida mundialmente pelo triangulo amoroso mais FDP de todos os tempos. Canrad, Jeremiah e Belly, em “O versão que mudou minha vida”, uma trilogia que arrematou muitos corações pelo mundo todo. Logo depois disso veio sua parceria com Siobhan Vivian, na trilogia – à lá “Carrie, a estranha” – “Olho por olho”. Esta semana, eu li seu mais novo lançamento. “Para todos os garotos que amei”, e é com lagrimas nos olhos que eu grito: “JENNY HAN ESTÁ DE VOLTA NO MEU CORAÇÃO!”.

“Abraço o pescoço dele. Gosto do vheiro do cloro em sua pele. Peter está com cheiro de piscina, verão e férias. Não é como nos filmes. É muito melhor, porque é real”.

As irmãs Song sempre foram inseparáveis – pelo menos depois da morte de sua mãe -, mas chega uma hora em que tudo tem que mudar. Margot, a mais velha das três, agora vai para a faculdade... Na Escócia. Lara Jean e Kitty – apenas para os íntimos, para você que não leu o livro ainda é Katherine, obrigado – vão ter que aprender a se virar em casa com seu pai, um médico que trabalha mais do que devia. Tudo parece tranquilo, no início. Margot não está mais em casa para fazer nada, mas deixou no caderninho tudo que precisa se saber, desde quanto pó e água se coloca na cafeteira até mesmo os dias em que Kitty tem passeio.
Mas tudo se torna um caos, quando, num lindo dia de – não sei qual estação elas estavam, por ser volta ás aulas deve ser Verão ainda – verão, Lara Jean é parada na aula de Educação Física por Peter – um típico garoto bonito daqueles filmes de Hollywood, sabe, o mais bonito de todos? -, ele está com uma carta na mão... Coração parando em 3, 2 1... Basicamente, para não estragar a sua experiência, Peter, numa forma de esclarecer meio que para si mesmo, diz que não, ele não come sempre a última fatia da pizza sem perguntar se alguém quer, e não, ele não tem herpes.
E essa é a hora que você me pergunta: Rafael, que merda é essa? Porque ele falaria isso para ela?
Lara Jean, gosta de preservar coisas. Não coisas importantes como a natureza, as baleias e até mesmo pessoas. Lara Jean gosta de preservar coisas bobas. Papéis de bala, bilhetes, porcelana, fitas, unicórnios de cristal e cartas. Ela guarda em sua caixa de chapéu azul-petróleo as cartas que escreveu para todos os garotos que amou. Foram cinco até então. As cartas são como exorcismos para ela. Ela as escreve para deixar de amar o garoto, ela passa horas escrevendo tudo o que sente, chorando e no final ela lacra, endereça e guarda na caixa. Até que alguém decide enviá-las... E Peter é o primeiro a receber.
Ela corre para casa, pois quer ter certeza que apenas uma carta foi enviada – o que seria impossível, mas, sejamos otimistas né! -, pois se todas foram enviadas, a coisa vai ficar feia! Quando Lara Jean abre seu armário e vê que a caixa que sua mãe lhe deu antes de morrer havia sumido, o pânico a corrói. Se Peter recebeu uma, Josh também vai receber!
Josh, nada mais é que o vizinho da frente, ex namorado de Margot – que terminou com ele antes de ir para a Escócia -  e primeiro amor de sua vida. Lara Jean gostou dele no final do nono ano, antes mesmo de Margot se interessar por ele, mas quando sua irmã disse que Josh a pediu em namoro, ela resolveu escrever uma carta, exorcizar aquele amor, e esquecer, pelo bem geral da nação.
Esse era o fim de Lara Jean? Sim, pois Josh a procura para falar sobre isso – depois de várias tentativas ele consegue encontrar ela no corredor da escola – e ela decide improvisar. Diz que aquilo é passado – nós sabemos que não é -, diz que já está namorando e corre para os braços de seu namorado... (SPOILER) Peter. E desta forma, a trama mais incrível que eu já li está feita. Jenny, eu te amo!

“Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo. As cartas me libertam. Ou pelo menos deveriam”.

Ás vezes eu acho que exagero demais ao elogiar um livro, mas, esse livro é tão incrível, tão intenso e maravilhoso. Sabe? Eu realmente me apaixonei pela Laranjinha – diga o nome Lara Jean rápido, várias vezes sem parar, parece Laranjinha – durante o livro ela se contradiz, os sentimentos dela se contradizem. Ela não amava mais o Josh, mas ele a beija e ela volta a sentir aquilo de novo. Mas ela não pode, por conta de Margot. Ela sabe que Josh ainda ama Margot, e ela não tem esse direito. Só que daí tem o Peter Kavinsky, alguém que não faz nem um pouco o estilo dela, mas com o namoro (SPOILER) fake, ela passa a ver uma parte dele que ela nunca viu. E ela se apaixona por ele, mesmo sem poder. Pois ele está apenas fingindo namorar com ela para criar ciúmes na Gen, sua ex namorada que o largou por um cara da faculdade. Laranjinha só aceitou isso para fazer com que Josh esquecesse essa história das cartas... Mas não está dando tão certo, pois ele está ficando com ciúmes...
Eu amei o andamento desse livro. Eu li ele tão rápido que hoje me arrependo. O próximo nem tem previsão de lançamento. Me senti muito próximo da Laranjinha, porque eu tenho essas manias também, de guardar tranqueira. Sabe, são lembranças. Ainda mais com esse site que a Editora Intrínseca fez, em que você pode fazer uma carta para alguém, e deixar online para todos verem. Fiz a minha e imprimi, e já guardei também.
Já falei demais. A escrita é divina, muito engraçada, estou em uma relação de amor e ódio com a Kitty, e você também estarão. Achei apenas que aquele suspense de “Quem mandou as cartas” não foi tão “suspense assim”, eu descobri assim que ela falou que a caixa sumiu. Mas no fim, o foco nem era esse, o foco do livro em sí é mostrar o amadurecimento sentimental de Laranjinha, não só o dela, mas o de Peter, de Josh e Kitty também.
As cartas são apenas um “start” para algo maior. E eu não vejo a hora de chegar esse algo maior!
Obs.: O pingente de coração não estava mais na loja. Eu tenho certeza que ou o Peter ou o Josh compraram para ela. Jenny Han, do jeito que é, não ia retomar esse assunto no final do livro se algo não fosse acontecer. Então sim, tenho certeza que esse pingente de coração vai voltar!

20 de junho de 2015

"Pulsação", mais um hot vindo por ai!

E não é que a Arqueiro está cheia de lançamentos bons minha gente? Pois é. Desta vez eles fizeram o favor de divulgar a capa de “Pulsação”, segundo volume da duologia “quente” chamada “Tensão”, escrita por Gail McHugh. Ao que tudo indica o livro será lançado agora em julho, então já sabem, meu aniversário está chegando ai, podem me presentear! Basicamente os livros contam a história de Emily Cooper, uma garota que decide mudar sua vida e seguir seu namorado para outra cidade e lá encontrou um homem que mudará completamente sua vida. Vejam a capa e a sinopse do segundo volume gente!

Sinopse: "Emily Cooper sempre pensou que iria se casar e viver ao lado de Dillon Parker. Porém, após conhecer Gavin Blake, toda essa certeza foi por água abaixo. Arrebatada pelo sexy empresário, ela se entregou a uma paixão avassaladora, mas que logo foi abalada por uma dolorosa revelação. Mesmo com o fim do tórrido relacionamento, Emily percebe que está disposta a arriscar tudo para ficar com o homem que domina seus pensamentos e sonhos desde o dia em que se conheceram. Agora ela só pode se apegar à esperança de que Gavin ainda a deseje, apesar de todos os seus erros e defeitos.  Com o coração partido, Gavin se isola da sociedade e se fecha em um mundo autodestrutivo. Emily não está acostumada a ser forte, mas terá que encontrar dentro de si a coragem e a confiança necessárias para lutar por seu amor e trazer Gavin de volta.
Neste desfecho da série, os leitores ficarão ainda mais apaixonados por Emily e Gavin, envolvidos em uma jornada de perder o fôlego e acelerar a pulsação".

19 de junho de 2015

PS: EU PRECISO DESSE LIVRO LOGO!

É importante que vocês entendam que: Terminei de ler esse livro semana passada, e já estou louco querendo a continuação – a resenha vai ao ar na próxima segunda! – e dai, pra acabar com o meu emocional, a editora Intrínseca divulga que, a continuação de “Paratodos os garotos que já amei”, escrito pela nossa tão amada e idolatrada Jenny Han, só vai ser lançado no primeiro semestre de 2016!!!
P.S. I Still Love You” (PS: Eu ainda amo você) é a continuação da história que parou com a nossa Laranjinha apaixonada por ... Não vou contar né! Só posso dizer uma coisa: #Chatiado!

18 de junho de 2015

"O Despertar do Príncipe"... Amei. Essa. Capa!

Gente, só eu que fiquei louco com essa capa? Pois é, a editora Arqueiro divulgou em suas redes sociais a capa do livro “O Despertar do Príncipe”, primeiro volume da nova saga da escritora Colleen Houck. Chamada “Deuses do Egito”. Ao que tudo indica o livro deve ser lançado em agosto, aproveitando assim a passagem da autora pela 17ª Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Para quem não conhece a autora, ela ficou super famosa por aqui com a sua série “A Maldição do Tigre” que será adaptada para o cinema pelo diretor Shekhar Kapur e com o roteiro de Julie Plec. Fiquem ai com a capa e a sinopse do livro!

Sinopse: "Quando a jovem de dezessete anos, Lilliana Young, entra no Museu Metropolitano de Arte certa manhã, durante as férias de primavera, a última coisa que esperava encontrar é um príncipe egípcio ao vivo com poderes divinos, que teria despertado após mil anos de mumificação.E ela realmente não poderia imaginar ser escolhida para ajudá-lo em uma jornada épica que irá levá-los por todo globo para encontrar seus irmãos e completar uma grande cerimônia que salvará a humanidade.Mas o destino tem tomado conta de Lily, e ela, juntamente com seu príncipe sol, Amon, deverá viajar para o Vale dos Reis, despertar seus irmãos e impedir um mal em forma de um deus chamado Seth, de dominar o mundo."

17 de junho de 2015

Lançou! "Bitch, I'm Madonna já está no VEVO!

E não é que o “Em breve” foi breve mesmo? Hoje, com exclusividade no TIDAL – Por algumas horas – o novo clipe da Matusa foi lançado. “Bitch, I’m Madonna”, que conta com a participação de Beyoncé, Rita Ora, Miley Cyrus, Katy Perry, Nicki Minaj e Diplo virou a febre do momento nas redes sociais. Uma mistura de Just Dance, com We are never getting back together e Bad Blood, o clipe deixou bastante a desejar com as participais das estrelas pop apenas por vídeos do Skype – Só deu a Rita Ora e o Diplo no “ao vivo”. Mas ainda assim, apesar dos pesares, o clipe é muito legal, a música é contagiante, e pasmem, eu realmente gostei!
Não é uma boa fase para o TIDAL, na verdade, nunca foi. Madonna não deu nem tempo do clipe vazar e já o disponibilizou, com um adicional dos bastidores, em seu canal da VEVO. Tirar a produção do Tidal durou bem menos que as antigas baixas feitas por Rihanna (“American Oxygen” chegou ao VEVO 10 dias depois de lançado na plataforma digital de Jay Z) e Nicki Minaj (que ainda não liberou “Feeling Myself”, com Beyoncé, no Youtube e nós sabemos porquê né?! Beey é o mozão do Jay, dai nem rola tirar o vídeo e causar a separação do casal!). Vejam o clipe que legalzinho!


16 de junho de 2015

Elenco de "Bitch, I'm Matusa" confirmado!

E foi confirmado! Matusalém, na manhã desta terça-feira – dia em que o tão esperado clipe de “Bitch, I’m Madonna” deveria ser lançado – confirmou que sim, o clipe contará com participações especiais e que ele será lançado “Em Breve”.
A “confirmação” veio com o compartilhamento de uma montagem feita por um fã e que tem fotos de Nicki Minaj, Beyoncé, Katy Perry, Rita Ora e Madonna além do nome de Miley Cyrus na lista de “estrelando”. “O vídeo sairá em breve. Apenas tentando deixar tudo perfeito para vocês. Somos ‘bitches’ trabalhadoras”, disse Madonna ao explicar o porque do atraso no lançamento.  Na sexta-feira passada, a cantora liberou a primeira prévia da tentativa de cópia do clipe da Taylor Swift e anunciou sua data de lançamento. A música é o terceiro single do álbum “Rebel Heart”.


15 de junho de 2015

Resenha - O Príncipe de Westeros

Cuidado, pode ter alguns Spoilers!!! Mas leia mesmo assim!
Livro: "O Príncipe de Westeros"
Autor: George R. R. Martin e Outros
Editora: Saída de Emergência
ISBN: 9788567296364
Ano: 2015
Páginas: 480
Skoob: Livro
Estrelas: 5

Sinopse: "Com histórias de Joe Abercrombie, Gillian Flynn, Matthew Hughes, Joe R. Lansdale, Michael Swanwick, David Ball, Carrie Vaughn, Scott Lynch, Bradley Denton, Cherie Priest, Daniel Abraham, Paul Cornell, Steven Saylor, Garth Nix, Walter Jon Williams, Phyllis Eisenstein, Lisa Tuttle, Neil Gaiman, Connie Willis, Patrick Rothfuss e George R.R. Martin o livro traz contos que não são preto e nem branco, contos com todos os tons de cinza. 21 histórias com reviravoltas astutas e deslumbrantes nessa galeria de histórias de vilões que vão saquear seu coração e ainda deixá-lo mais rico a cada história".


***

“Eu não parei de bater punhetas por que não era boa nisso. Parei de bater punhetas porque era a melhor”.

Como começar a falar desse livro incrível minha gente? Vamos começar pelos autores? Lógico que não vou conseguir falar da vida de todos aqui, mas posso falar dos principais! O livro conta com 10 contos escritos por autores famosíssimos no mundo literário. São eles: George R. R. Martin, Neil Gaiman, David W. Ball, Gillian Flynn, Paul Cornell, Scott Lynch, Phyllis Eisenstein, Joe R. Landale, Patrick Rothfuss e Connie Willis. Lógico que dentre tantos nomes alguns se destacam, como George R. R. Martin – que tem dois contos no livro, o primeiro e o último, que são incríveis -, roteirista e escritor de ficção científica, terror e fantasia, conhecido por escrever a série de livros de fantasia épica “As Crônicas de Gelo e Fogo” e declarado pela TIME como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2011. Temos também Neil Gaiman, romancista britânico que caiu na minha graça depois de “Um oceano no fim do caminho” e Gillian Flynn, ex critica do programa  Entertainment Weekly que ganhou os holofotes depois de “Garota Exemplar”...
Gente, se eu ficasse aqui mais tempo, falando sobre todos os autores, eu ia fazer dois dias de resenha e ainda assim não ia terminar! Vamos falar um pouco do livro? Então partiu!

“Todo mundo ama um canalha”.

Este livro nada mais é que um ajuntado de antologias que farão qualquer um perder o ar. Temos uma mistura de gêneros – onde a Ficção Fantástica ganha um pouco mais de espaço – onde os vilões, ou canalhas, ou patifes, ou charlatões, impostores, falsários, malvados e assim por diante – como disse o mestre Martin – ganham espaço. Todos os 10 contos têm isso em comum. Um livro incrível, com uma escrita que faz com que você não queira desgrudar dele até que o fim chegue.
Temos o Marquês de Carabas tentando recuperar seu casaco de vários bolsos; Max Wolff e uma avaliação de quadro que vai fazer com que uma série de desventuras venham até ele; Gillian e sua profissão – só eu que amei essa profissão? -, um tanto quanto ‘estranha’, que muda de algo honesto, entre aspas, para um golpe simples e comum: Ela se torna vidente; Uma caravana, uma guerras entre magos que assola uma cidade toda, uma viciada que de vez em quando se prostitui e as dificuldades de se conseguir um ingresso...
O livro é isso, e mais um pouco. Se eu contar o que achei de cada conto, a história vai perder a graça. Cada um com mais ou menos 50 páginas vai fazer você ter boas gargalhadas, vai te assustar... Excitar de vez em quando – por mais tranquilo que esse livro seja, em comparação ao que todos devem pensar ao se tratar de George R. R. Martin – e sem dúvidas te envolver. Esse livro vai te envolver de uma forma que nenhum outro vai.
Sem dúvida foi uma ótima aposta juntar todos esses monstros da literatura em um só livro. Lógico que em certos contos é necessária uma bagagem de alguns autores. Você pode se perder, ou ficar confuso em um ou outro, mas prossiga. No final tudo fica bem. Rs’ A escrita em si ajuda e muito. Em certos pontos é como se nós já conhecêssemos os personagens – pelo menos é isso que os autores pensam -, não existe muita informação, é tudo direto demais, como se o cenário já fosse familiar. Esse é um dos pontos altos.
Para quem não sabe, esse livro, lançado pela editora Saída de Emergência Brasil, é a primeira das duas publicações que abrangerão os contos da antologia ‘Rogues’, editada por George R.R. Martin e Gardner Dozois. A palavra “rogues” do título original, em tradução livre, significa canalhas ou patifes, justamente os personagens que são apresentados em cada um dos contos, de formas diferentes, com nomes diferentes, mas no fundo, como George mesmo diz, todos amamos um canalha!
Se tiver a oportunidade, , não deixe de ler, vale muito a pena!
20/50